Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

O filme O quarto poder é um filme que mostra a influencia da mídia no meio da sociedade, as coisas positivas e as negativas, e o mesmo tem como foco principal o poder da imprensa e os conflitos que cada emissora tem para alcançar um ótimo nível de audiência.
Os principais personagens desse historia, são Baily que é interpretado por Jonh Travolta, o jornalista Max Brackett interpretado por Dustin Hoffman, que são que mais se metem em confusão.
Acredito que ambos querem de qualquer maneira voltar para o seu emprego e assim ter de novo o prestigio da sociedade. Um bom exemplo como eles só estão pensado em si próprio é quando Baily faz um grupo de crianças reféns que não tem nada haver com o que eles.
Ambos queriam um emprego mais os seus interesses eram deferentes, pois Baily queria apenas mostra que ele tinha um talento enorme, queria que alguém valorizasse o seu trabalho, em quando que Max queria muito mais que um mero emprego, queria a fama de qualquer jeito.
No filme podemos perceber que os repórteres pegam as informações certas mais como se eles divulgarem do jeito certo muitos pessoas influentes não vão gostar. Essas pessoas muitas delas são que patrocinar de alguma maneira o tal canal, a imprensa opta por destorcer a matéria que os repórteres colheram.
No nosso dia-a-dia em muitas ocasiões nos deparamos com casos dessa natureza, onde por interesse da própria empresa os fatos são distorcidos, lembro de uma reportagem que a rede Globo fez do bispo Edi Macedo, na reportagem dizia que o bispo tinha sido preso quarto tentava fugir com o dinheiro de sua igreja. Horas depois na rede Record o jornal anunciava que o bispo tinha quer ir presta esclarecimentos sobre a origem do dinheiro que ele tinha em seu poder.
A deferência é bem grade numa emissora ele estava preso, na outra detido. Isso porque as duas emissoras são rivais em religiões, elas defendem os seus interesses em muitos casos.
Em fim o filme tem muito haver com a vida real, muitas coisas que aconteceram no filme acontecem debaixo dos nossos olhos e nem percebemos.
Com relação o documentário Muito Alem do cidadão, gostei pois, o mesmo mostra que a rede Globo um canal tão prestigiado tem o seu lado podre, quando apóia a ditadura militar e se envolve em fraudes.
Esse documentário causou bastante polêmica, pois tratava do domínio da globo em meio a sociedade brasileira e do seu envolvimento com a política.
Que pena que o documentário não pôde se exibido em rede nacional para que toda sociedade ver o que rolou por traz das câmaras.
É claro que a globo não ia e nem vai exibi em seus programas matérias que lhe prejudiquem ou que manchem a sua imagem. Até hoje na Rede globo e em outros canais existem manipulação de matérias, até aqui em minha pequena cidade, a briga é grande entre duas radias, uma divulga uma coisa a outra modifica a matéria para não ficar igual.
A briga é grande para ter mais audiência, pois quem tem mais ibope fatura mais com comerciais e propagandas. A televisão tem o seu lado bom e o seu lado ruim, mais tem que ser assim existem sempre dois lados vai de eu e de você sabe de qual lado vai ficar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário